sexta-feira, 12 de maio de 2017

[Dica da Malu] Lola e o garoto da casa ao lado

Sinopse: “A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.  Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.”             Autora: Stephanie Perkins / Editora: Novo Conceito / Páginas: 288 Comprar: Aqui 
            Ano passado, depois de ouvir vários comentários positivos, eu li Ana e o beijo francês, da Stephanie Perkins. O livro atendeu a todas as minhas expectativas e se tornou um dos meus queridinhos, por ser daqueles livros que deixam a gente com um quentinho no coração quando termina de ler. Então, é claro que eu tinha expectativas enormes para a continuação do livro, Lola e o garoto da casa ao lado. Infelizmente, desta vez eu não fiquei totalmente satisfeita.
Nesse livro, somos apresentados à Lola, uma garota de dezessete anos que sempre teve uma quedinha por Cricket Bell, o vizinho da casa ao lado. Porém, as coisas não deram muito certo e Cricket acabou se mudando com a família para acompanhar a irmã gêmea dele, Callíope, que estava se dedicando aos treinos de patinação artística. Dois anos depois, Lola acredita já ter superado qualquer sentimento que teve por ele e está muito bem com seu namorado, o vocalista de uma banda e cinco anos mais velho do que ela.
No entanto, a situação não é tão simples assim. Os pais de Lola são totalmente contrários ao namoro, devido à diferença de idade entre os dois. Além disso, Cricket e a família voltaram a viver na casa ao lado, o que significa que agora Lola terá que lidar com todas os sentimentos mal resolvidos que tinha por ele e ainda voltar a conviver com Callíope, uma pessoa que ela admira e detesta, ao mesmo tempo.
O primeiro aspecto que quero deixar claro nesta resenha é que não detestei o livro. Só me decepcionei por não sentir o mesmo envolvimento que tive quando li Ana e o beijo francês. Lola é uma personagem na maior parte do tempo mimada e infantil, o que tornou difícil me envolver com a história dela. Além disso, achei que faltou desenvolver melhor alguns personagens que agregariam muito à história. No entanto, vou falar primeiro das coisas que gostei no livro e, depois, eu explico melhor as ressalvas que eu tive.
Para começar, eu simplesmente amei a família da Lola. É incrível ver o quanto eles se amam e se apoiam em tudo. Ela é criada por um casal homossexual, mas o fato de ter dois pais nunca foi um problema, pois Lola sabe que recebeu todo amor que uma filha pode desejar. Os conflitos que surgem entre eles são os comuns em qualquer família com filhos adolescentes. Lola quer mais liberdade, principalmente no que se refere ao namorado, e não entende as proibições impostas pelos pais. Já Nathan e Andy se preocupam com o fato da filha melhor de idade estar namorando com um rapaz de 22 anos, que tem uma banda e, consequentemente, uma rotina totalmente diferente da dela.
Um outro aspecto que gostei bastante, aliás, foi que a autora fugiu dos estereótipos ao construir a personalidade de Nathan e Andy. Algumas vezes vemos autores errando na construção de personagens homossexuais justamente por exagerar nos clichês, ou por fazer o casal parecer uma pessoa só, sem individualidade nenhuma. Felizmente, Stephanie Perkins soube construir esses dois personagens muito bem. Ambos são muito humanos e carismáticos, mas têm personalidade forte, cada um com suas particularidades. Além disso, eles não são pais perfeitos e erram algumas vezes com a Lola, mas isso só os tornou mais reais. Afinal, que pai ou mãe que não erra em algum momento, né?
Outro ponto positivo do livro é, sem dúvida, o Cricket. Sabe aquele personagem que mal aparece e já faz você se apaixonar? É o Cricket Bell. Ele é atencioso, inteligente, romântico, sensível e tudo mais que se espera de um mocinho de romance. Além disso, é lindo ver o quanto ele ama a irmã e tudo que sacrificou para que ela pudesse seguir o sonho dela. Aliás, mesmo a Callíope sendo irritante em vários momentos, a relação dos dois é outro aspecto que gostei nesse livro.
E adivinhem quem aparece nesse livro sendo a ligação com Ana e o Beijo Francês? Isso mesmo: a Ana e o St Clair! Os dois aparecem em vários momentos do livro e, claro, roubam a cena totalmente. Especialmente o St. Clair, que proporcionou vários momentos muito divertidos na história.
Apesar de ter aprovado tantas coisas no livro, alguns problemas fizeram com que ele não tivesse o mesmo encanto do primeiro. A Lola tinha tudo para ser uma personagem que eu adoraria, por ter uma personalidade forte, ser extremamente criativa e ter um jeito irreverente e espontâneo. No entanto, ela acabou me cansando por agir de uma maneira infantil e irresponsável em vários momentos. Eu sei que ela é uma adolescente e que isso é normal nessa fase, mas algumas atitudes de “rebelde sem causa” me fizeram perder a paciência várias vezes.
Outra coisa que senti falta foi um maior desenvolvimento de alguns personagens. Os pais da Lola são maravilhosos e queria que aparecessem muito mais no livro. Além disso, queria que a relação com a mãe biológica dela também fosse mais desenvolvida. Senti que a autora poderia ter explorado temas muito legais com esses personagens, mas que acabou optando por uma abordagem mais superficial. O mesmo aconteceu com a Callíope, uma personagem que tinha um potencial muito grande, mas que só ganhou um destaque maior no final do livro. 
O romance também deixou um pouquinho a desejar. Mesmo não gostando tanto da Lola, me encantei pelo Cricket e torci pelo casal. Porém, os motivos que afastam os dois durante o livro me pareceram meio fracos, como se só estivessem ali para mover a trama. Assim, o casal é fofo e conquista a torcida do leitor, mas faltou uma construção melhor para o relacionamento dos dois, com obstáculos mais críveis.
No entanto, apesar dessas ressalvas, a escrita da autora continua extremamente fluida. A Stephanie Perkins consegue fazer o leitor realmente mergulhar na leitura e querer descobrir qual será o desfecho daqueles personagens. Além disso, ela sabe construir aqueles momentos românticos que deixam a gente com um sorriso bobo no rosto.
Apesar de não ter despertado o mesmo encantamento que o livro anterior, Lola e o garoto da casa ao lado é uma leitura leve, rápida e cativante. O livro proporciona momentos engraçados e românticos, que realmente cativam o leitor. Assim, para quem está querendo ler algo divertido e envolvente, é uma boa opção. Para mim, foi uma leitura agradável, de modo geral, e que manteve a minha curiosidade pelo terceiro livro da série, Isla e o final feliz.
Agora que já sabem o que eu achei desta leitura, me contem nos comentários se já leram esse e os outros dois livros da série e quais foram as impressões de vocês.


Observação: Mesmo sendo histórias no mesmo universo ficcional, não é necessário ler “Ana e o beijo francês” para compreender “Lola e o garoto da casa ao lado”. No entanto, eu recomendo que leiam na ordem para evitar spoilers do livro anterior. 

56 comentários:

  1. Oi! Que pena que não te agradou tanto a leitura desse livro.
    Particularmente eu adoro ele tanto quanto Anna e o Beijo Francês :)

    Te indiquei para uma TAG lá no blog:
    http://www.vicioseliteratura.com.br/2017/05/tag-frases-de-mae.html

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula, tudo bem?
      Infelizmente, ele não funcionou mesmo pra mim. Mas acho que é aquele problema de ler com a expectativa alta né? Quase sempre me decepciono.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá!
    Pena você não ter sentido o mesmo envolvimento. Quando eu li esse, eu gostei. Mas realmente, Anna e o beijo francês é bem melhor.Também não fui muito com a cara da Lola, de certa forma achei ela meio teimosa, não sei...
    Gosto dos dois e até hoje espero que a autora escreva mais livros assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Eu achei a Lola muito imatura, aí quando não gosto da protagonista, tenho dificuldade para me conectar com a história. Mas ainda gostei do livro e espero gostar mais de Isla e o final feliz.
      Beijos!

      Excluir
  3. Eu me decepcionei demais com esse livro.
    Assim como você achei que Lola tinha tudo para ser uma boa personagem, fiquei com agonia dela, achei irritante, mimada e chata demais.
    Mas de qualquer forma é um bom livro para passar o tempo.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena, tudo bem?
      Você resumiu exatamente o que senti. A Lola foi uma personagem que me frustrou muito.
      Talvez, se eu não tivesse uma expectativa tão alta para o livro, teria aproveitado mais a leitura.Mas também achei agradável para passar o tempo.
      Beijos!

      Excluir
  4. Olá adorei sua resenha e suas impressões apesar das partes negativas gostaria de conhecer a escrita da autora mesmo sabendo que posso me decepcionar com os personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Esse livro me frustrou um pouco, porque eu tinha expectativas muito altas, mas ainda recomendo os livros da autora sim. "Ana e o beijo francês" foi uma leitura encantadora e este também é bem agradável e rápido de ler.
      Beijos!

      Excluir
  5. A melhor forma de não se decepcionar com um livro, é não criar expectativas sobre ele.
    Mas como a gente faz isso?
    Bom, sinceramente eu não sei! rsrsrs
    Mas isso é tão comum, né? A gente lê algo do autor e pensa que vai amar os outros livros dele da mesma forma e nem sempre isso acontece.
    Mas enfim... Eu gostei da sua resenha, da forma empolgante que você falou sobre o livro, entendi que apesar de não ter atendido suas perspectivas, foi um livro que você gostou de ler, mas sinceramente, eu achei um pouco infantil demais para a minha idade. Não que eu não goste de coisinhas fofas e divertidas, mas a história não despertou muito meu interesse, sabe?
    Mas que bom que você gostou. É o que importa! Big beijo!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliziane, tudo bem?
      Ah que pena que você não se interessou pelo livro. A personagem principal é realmente um tanto mimada e infantil, mas foi uma leitura agradável para passar o tempo.
      Beijos!

      Excluir
  6. Ola
    Realmente é uma leitura bem leve, mas sou suspeita em comentar, porque sou fã da autora e de seus livros. Suas impressões refletem bem as minhas próprias e que bom que curtiu a leitura! Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que para mim é muito bem desenvolvido e eu adorei todas as características apresentadas.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fer, tudo bem?
      Que bom que você curtiu o livro. Eu gostei por ser uma leitura leve e fluida, mas esperava mais do desenvolvimento da história e dos personagens. Gosto da escrita da autora, mas o trabalho dela em "Ana e o beijo francês" me agradou mais.
      Beijos!

      Excluir
  7. Adoro a escrita da Stephanie Perkins, mas ainda não li esse livro. Está na minha meta para esse ano.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Eu também gosto muito da escrita da autora, mesmo tendo me decepcionado com esse livro. De qualquer forma, espero que você goste. Beijos!

      Excluir
  8. Olá!

    Infelizmente que não li nenhum destes títulos citados por você, já vi todos por aí. Mesmo com esses pequenos contratempos citados por você sobre a trama, eu fiquei bem interessada e com vontade de ler o livro. Me parece ser uma história gostosinha de acompanhar.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ingrid, tudo bem?
      O livro tem alguns problemas e eu me decepcionei por ter expectativas muito altas, mas ainda indico por ser uma leitura bem gosta e fluida mesmo. Além disso, vale acompanhar a série viu?
      Beijos!

      Excluir
  9. Eu amo essa trilogia! <3
    Lola também foi pra mim mais fraco que o anterior, mas gosto do mesmo jeito. E leia Isla e o final feliz logo, pois o desfecho é incrível. a Perkins se superou (embora Anna e o beijo francês continue sendo meu fav).

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, tudo bem?
      Eu não consegui gostar da Lola e senti falta de algumas coisas, mas gostei da leitura e quero muito ler Isla e o final feliz. Que bom que você curtiu o desfecho da trilogia, espero gostar também.
      Beijos!

      Excluir
  10. Olá, não conhecia a autora nem o livro, e esse não é meu gênero favorito! Mas amei sua resenha, bem completa e envolvente! Parabéns! Até a próxima.

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho essa série mas ainda não li, acredita? Mas fiquei bem curiosa agora, vou dar uma chance para ela ainda esse ano. Amei sua resenha! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Eu recomendo muito essa trilogia, principalmente por causa do primeiro livro. É uma leitura muito gostosa.
      Beijos!

      Excluir
  12. Oi, Maria!
    Já tinha lido uma resenha desse livro e confesso que ele não me atrai nem um pouco. Sei que você levantou vários pontos positivos e que eles me levariam a dar uma conferida. Porém os negativos imperaram, pois sei o quanto vou me estressar com a personagem e quando isso acontece, prefiro nem ler, kkkk.
    Mas amei sua dica e mais ainda sua sinceridade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, tudo bem?
      Tem alguns personagens que realmente tiram a gente do sério, né?
      Mas, se alguns pontos te levariam a dar uma chance, acho que a leitura pode valer a pena para passar o tempo.
      Beijos!

      Excluir
  13. Olá, os pontos negativos que vc citou já foram suficientes para me manter distante dessa leitura, que mesmo com alguns elogios não levantaram meu desejo de ler. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gleyse, tudo bem?
      Que pena que você se desinteressou pelo livro. Não é uma leitura ruim, apenas não foi aprofundado como eu esperava. Mas ainda recomendo se um dia você procurar um livro para se distrair.
      Beijos!

      Excluir
  14. Oi!!


    Eu achei muito interessante Lola terem pais homossexuais, entretanto me incomodou muito o fato dela ser mimada e isso me fez perder qualquer interesse que poderia ter tido em ler. Eu entendi completamente a sua decepção, isso ocorre, nem sempre somos cativados por todas as obras de um determinado autor. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oiie!

    Uma pena que não tenha gostado tanto quanto do primeiro. Ainda não li nenhum dos dois. E é bem dificil (eu também sinto) nos ligarmos com uma personagem mimada. Eu acabei ficando curiosa para ler o Anna e o beijo frances hahah

    beijos

    ResponderExcluir
  16. Oii
    Que capa linda! já compraria só por ela, mas o assunto me interessou bastante, seria um livro que leria com toda certeza, amei essa dica e sua resenha está ótima! irei anota-la.
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Já conhecia a obra, mas confesso que não me chamou a atenção... depois de você dizer que não respondeu as suas expectativas, confesso que fico com menos vontade ainda de ler. Legal ela ter pais homossexuais, mas vou passar a dica.

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Esse livro está na minha lista de leitura pra esse mês!! Eu gostei muito do livro da Anna, a escrita da autora é muito gostosa. Fiquei receosa em saber que a Lola tem esse jeito mimado, isso provavelmente vai me incomodar um pouco hahaha lerei em breve, adorei sua resenha, super completa!
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  19. Olá! Ainda não conhecia mas parece ser uma leitura agradável, leve, divertida. Muito boa sua resenha. Tendo oportunidade, estarei lendo também, bjoo

    ResponderExcluir
  20. Oi Malu,
    Infelizmente esse livro não me desceu. Não li Anna, então nem tenho como ter uma base e desanimei muito para ele esse depois de Lola. Achei um livro muito infantil e que ao meu ver não acrescentou em nada. Nem mesmo para uma leitura por diversão não achei satisfatório.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  21. Oii, tudo bem?
    Eu li esse livro há muitos anos atrás e lembro que ele entrou para a minha lista de favoritos, mas eu acredito que se fosse ler de novo eu iria ficar incomodada com alguns pontos que você ressaltou. Mas de todo jeito eu concordo com você que a escrita da autora é encantadora.

    ResponderExcluir
  22. Olá,
    Tenho muita vontade de ler ambos os livros e espero conseguir em breve.
    Uma pena que esse segundo não tenha lhe trazido as mesmas sensações que o primeiro e que tenha deixado a desejar em alguns pontos como a construção dos pais de Lola e até mesmo o romance entre ela e Cricket. Mas ainda assim creio ter sido uma leitura proveitosa, já que você mesma diz que a escrita da autora é fluida.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  23. Eu li esse livro e concordo com você que é uma leitura leve e rápida, no entanto, achei um desperdício de meu tempo, não que o livro seja ruim, mas é muito juvenil e não é o que procuro na literatura. Ele é um livro apenas de entretenimento.

    ResponderExcluir
  24. Olá, tudo bem?
    Vejo muitos comentários sobre esse livro, e sempre quis ele, essa semana consegui em uma troca e estou muito ansiosa para que chegue!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  25. Que pena que esse não foi tão bom quanto o livro anterior. Sei como é gostar muito de um livro e se decepcionar um pouco com a sequência.
    Eu nunca quis ler os livros da autora, então suas ressalvas, apesar de não tão graves assim,só confirmaram minha vontade de não lê-lo. Hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Eu nunca tive vontade de ler Ana e o Beijo Francês, porque o gênero não me agrada muito. Mas quando a gente lê, gosta e fica louca para ler a sequência e ela acaba não nos agradando como a outra, é muito decepcionante mesmo. Fora que eu odeio personagens mimados e infantis, é um saco, eu fico morrendo de tédio e vontade de matar hahahaha. Bom, ainda bem que a escrita da autora continua fluida.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  27. Oieee! Esse livro pertence uma série mas pelo que eu entendi pode ser lido de forma independente, é isso? Sinceramente eu não me interessei muito pelo enredo, achei clichezão e principalmente pelo fato de a parsonagem pincipal ser infatil...xiiii, acho que não ia rolar! Bjossss

    www.porredelivros.cm

    ResponderExcluir
  28. Como você, o livro anterior me deixou mais encantada, mas gostei deste aqui também e achei original. A autora escreve muito bem e de forma envolvente.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Acabo de levar de levar um susto por descobrir que "Isla e o Final Feliz" faz parte de uma série! Mds, não parece srrsrsr. Vi muitas coisas sobre esse livro (Isla) recentemente. É bem chato quando nos apegamos e nos identificamos com um primeiro livro da série e o seguinte não nos cativa tanto, mas que bom que foi uma leitura agradável no final das contas. Espero que o último livro da série seja tão bom, tão cativante quanto o primeiro foi para você! Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bom?

    Li o primeiro livro da "trilogia" e gostei muito da escrita da autora, bom saber que ela se mantem boa neste livro, quero muito ler ele. Uma pena o livro não ter te agradado tanto.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  31. Oie! Tudo bem?

    Faz muito tempo que quero realizar a leitura desse livro e de todos da trilogia, mas vou adiando, adiando e quando vejo nunca o leio, mas foi bom ler sua resenha para relembrar novamente que quero ler essa livro!

    BJss

    ResponderExcluir
  32. Oi!
    Eu já tive esse livro na minha estante, tentei ler uma, duas vezes e não rolou, assim passei pra frente rapidinho srrsrs.
    Fiquei feliz em saber que você gostou do livro mesmo com as ressalvas, quem sabe um dia eu não volto atrás e dou outra chance ao livro

    ResponderExcluir
  33. Resenhas sinceras é tudo o que eu preciso na vida. Não é porque o autor acertou em cheio numa história que ele vai acertar em cheio em todas. Gostei do jeito que você expôs as vantagens e desvantagens do livro. De forma clara, direta e sem babação. Adorei a resenha e, mesmo com os negativos, fiquei com vontade de dar uma conferida.

    ResponderExcluir
  34. Oie!
    Eu ainda não li esse livro, só li o primeiro, e ainda faz tempo rsrs
    Não lembro muitos detalhes da história, inclusive preciso ler o primeiro novamente, e assim ler os três em sequencia.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  35. Oiee, tudo bem? Gostei muito da resenha! Eu li Lola já faz bastante tempo, e lembro que adorei a leitura, mas também me irritei muito com algumas atitudes da protagonista, que não condiziam com a idade dela. E o romance fraquejou em alguns momentos, mas no final gostei muito. E Cricket é amor demais, não é?! <3

    Beijoos

    ResponderExcluir
  36. Olá, tudo bom?
    Gostei muito da resenha e da forma como você expôs os pontos positivos e negativos da obra. Confesso que tenho esse livro a uns três anos na estante e ainda não me animei em ler por saber que a Lola tem várias atitudes de rebelde sem causa, é mimada, e os motivos que separam o casal não são lá muito convincentes. Foi justamente o que te incomodou né?
    Fiquei curiosa só para conferir essa construção dos pais gays não estereotipados.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  37. Oi, tudo bem?
    Eu já li diversos comentários sobre esse livro e ele parece ser bem leve e descontraído, mas nunca fiquei realmente animada, sabe? E agora lendo seus comentários confesso que desanimei um pouco mais, pois a Lola ser na maior parte do tempo mimada e infantil iria me irritar e tornaria difícil eu me envolver com a história dela também. No entanto, ao mesmo tempo você citou tantos comentários positivos que me peguei curiosa para saber mais sobre a história. Enfim, vou marcar a dica, mas se o ler iria sem muitas expectativas e já alertada sobre a protagonista.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  38. Oiii,

    Eu li Lola antes de ler Anna (porque sou dessas que termina de ler o livro primeiro pra depois descobrir que ele era o segundo ou o terceiro da serie, acontece bastante devo admitir) então eu não fui com tantas expectativas e nem achei que a Anna e o St Clair roubaram a cena, mas com toda a certeza é porque eu não sabia quem eles eram quando eu li kkkkk. Mas concordo que Anna e o Beijo Francês é bem melhor do que Lola e o Garoto da Casa ao Lado, só não é o suficiente pra eu não amar o livro da Lola também, porque eu gosto dela kkkkk e de toda forma acho que vale a pena ler todos da serie <3

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  39. Olá!!

    Eu sou uma apaixonada pelos livros da autora já li os três e digo que Ana é realmente o melhor, sem duvida. Porém eu gostei muito de Lola, na época eu estava lendo outro livro que não estava funcionando e foi Lola que me salvou, então eu posso afirmar que para mim a história funcionou como um bote salvavidas, por ser leve e despretenciosa. Gostei muito da sua resenha, gosto quando leio opiniões que são de fato verdadeiras (da pessoa) e não feitas para agradar um ou outro.

    Beijos e Sucesso!!!

    ResponderExcluir
  40. Anna e o beijo francês é meu amorzinho de livro. Depois tentei ler esse, mas não fluiu. Acabei abandonando porque o medo de resaaca literária era muito grande.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  41. Oi, tudo bem?
    Ao contrário de você, não me deu nada bem com Anna e o beijo francês, então só faço fugir da autora hahaha.
    As atitudes infantis da personagem com certeza me incomodariam... E não achei a história assim muito atraente, acho que passo a dica.

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  42. Olá,

    Amo esse livro, amo a Lola, amo o Cricket, amo essa história e amo a escrita da Stephenie. É uma pena saber que a obra não te agradou tanto, às vezes a expectativa é nossa pior inimiga, é por isso que procuro não saber muito sobre o seu livros que quero ler.

    ResponderExcluir
  43. Olá!
    Que pena que esse livro tenha te decepcionado em alguns pontos. Achei o romance dele muito bem construído e ele roubou meu coração. Também sou apaixonada pelo Cricket. Adoro a personalidade da Lola que não tá nem aí pro mundo!
    Não consigo gostar muito de "Anna e o Beijo Francês". Espero que a "Isla" te conquiste.
    Beijos

    ResponderExcluir
  44. Oie
    ai que lindo ver sua resenha, nossa, faz tanto tempo que li esse livro mas simplesmente o amo, gostei muito também dos pais de Lola e de Cricket, estou in love com sua resenha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal