sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

[Dica da Malu] Sete minutos depois da meia-noite


Sinopse: “Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas de escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00:07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido. O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.”
Autor: Patrick Ness / Editora: Novo Conceito / Paginas: 160
Comprar: http://amzn.to/2je9lSt

            Difícil dizer o que mais gostei neste livro. A história é bem simples, tanto que demorou um pouquinho para me prender. No entanto, quando comecei a perceber que havia muito mais naquele livro do que um menininho conversando com um monstro, fiquei completamente mergulhada na leitura.
“Sete minutos depois da meia-noite” conta a história de Conor, um menino de 13 anos cuja mãe está passando por um difícil tratamento de contra o câncer. O pai de Conor havia ido embora algum tempo antes, portanto, com a mãe cada dia mais debilitada pela doença, o menino acabou assumindo as responsabilidades de cuidar da casa. Na escola, as coisas eram ainda piores: sem amigos, Conor só era notado por um grupo de meninos que adoravam atormentá-lo.
Como se a situação dele não fosse ruim o suficiente, Conor passou a sofrer todas as noites com o mesmo pesadelo. Era algo terrível, que o fazia acordar apavorado. Para piorar ainda mais, um monstro começa a visita-lo exatamente sete minutos após a meia-noite. Quando Conor cria coragem para perguntar ao Monstro o que ele desejava, este responde que iria contar três histórias e que, depois, seria a vez do menino contar uma: a verdade. E isso era o maior segredo dele.
“Histórias são criaturas selvagens – afirmou o monstro. – Quando você as solta, quem sabe o que podem causar?”
A primeira coisa que destaco neste livro é a complexidade do protagonista. Apesar de tão jovem, Conor demonstra maturidade para enfrentar questões complicadas, principalmente no que se refere à mãe. Em outros momentos, no entanto, ele tem atitudes imaturas e egoístas, que me deixaram com muita raiva. Mas é justamente aí que está a habilidade do autor na construção do personagem. Patrick Ness não caiu no clichê de criar um protagonista perfeito só por se tratar de uma criança. Conor é um personagem muito humano, capaz de errar em muitos momentos, mas demonstrar força e generosidade em outros.
Os personagens secundários são pouco explorados, mas, ao mesmo tempo, são fundamentais para que o leitor compreenda completamente a história. Só é possível perceber quão complexa é a situação de Conor ao entender a relação dele com a mãe, o pai, a avó materna e os colegas de escola.
“- Mas o que é um sonho, Conor O’Malley? – perguntou o monstro, abaixando-se para que seu rosto ficasse próximo ao do menino. – Quem pode dizer que a vida real que não é um sonho?”
No entanto, o meu personagem favorito foi, sem dúvida, o Monstro. É ele quem move de fato a trama. As histórias que ele conta são repletas de significado e reflexões. Cada uma delas me fizeram parar para pensar e me trouxeram importantes lições. Além disso, é nas conversas dele com Conor que residem os momentos mais interessantes do livro.
Homens são monstros complicados, disse o monstro.”  
Com relação à escrita de Patrick Ness, confesso que fiquei impressionada com a leveza e sensibilidade que ele demonstrou na construção da história. Ele evolui de uma trama simples, a princípio, para uma história complexa, reflexiva e cheia de significado. Além disso, o modo como ele fala sobre assuntos difíceis, como perda, medo, bullying e os sentimentos humanos, é tão delicada que a história não se torna pesada.

Deste modo, só posso dizer que, com suas 160 páginas, “Sete minutos depois da meia-noite” conseguiu me envolver, me fazer chorar e, principalmente, refletir muito. Me apaixonei por esta história que, apesar de sua trama simples e quase infantil, é complexa e cheia de significado. Então, não se engane pela sinopse ou pela classificação, pois “Sete minutos depois da meia-noite” é uma obra rica, profunda e emocionante. 

50 comentários:

  1. Oi Malu!
    Adorei a tua resenha, simples, leve e sincera. Nesse mundo de blogs de resenhas, são poucos os que ainda conseguem manter essa qualidade de resenha. Me apaixonei de verdade pelo livro e irei atrás de ler.

    Beijos da Lua!
    Canto da Lua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luna, obrigada!! Fico muito feliz em saber que gostou da resenha.
      Sobre o livro, achei ele realmente apaixonante. Espero que você leia e se encante com essa história tanto quanto eu. Depois vou adorar saber o que você achou.
      Beijos!

      Excluir
  2. Amei sua resenha!
    Meses atrás, quando assisti a primeira resenha do livro, fiquei com vontade de ler, mas, agora, estou com mais vontade ainda! haha
    Amo livros do gênero, e só ouço comentários positivos a respeito da escrita do autor.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa, que bom que gostou da resenha!!
      Eu não sabia muito sobre o livro antes de ler, e fiquei completamente apaixonada. Espero que você também goste!
      Depois que ler, me conta aqui o que achou *-*
      Beijos!

      Excluir
  3. Adorei a resenha, já tinha escutado falar sobre o livro mas nem me lembrava mais.
    Ótima sua resenha, do jeito que você expôs o livro fez minha vontade de ler esse livro surgir. Prabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jean, muito obrigada! Fico feliz que tenha gostado da resenha e se interessado pelo livro. Espero que você também goste!
      Boa leitura!
      Beijos

      Excluir
  4. Oi, Malu!
    Venho lendo muitas resenhas desse livro desde o lançamento. E cada vez a vontade de lê-lo aumenta mais. Protagonistas crianças trazem uma inocência para as histórias, assim como uma delicadeza e uma sensibilidade maiores, mesmo com temas mais difíceis. Com Conor não parece ser diferente. Espero ler em breve, quero assistir ao filme também.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carla. Concordo com você. Livros com crianças como protagonistas quase sempre trazem uma perspectiva diferente e uma sensibilidade maior para a história. Ainda não vi o filme, mas espero assistir em breve.
      Depois comenta aqui o que achou do livro e do filme.
      Beijos!

      Excluir
  5. Nunca li esse livro, mas ele é muito bem falado pra mim pelos outros. Confesso que nao é o meu gênero preferido, mas como ele é curtinho vou dar uma chance.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kerolayne, ele é um livro bem curtinho mesmo, muito rápido de ler. Vale a pena dar uma chance sim. Espero que você goste!
      Beijos

      Excluir
  6. Olá! Que pena que os personagens secundários são pouco explorados, porém que bom que dá para o leitor compreender a história completamente. Quando o personagem principal é complexo mais bem construído é muito bom. As vezes os melhores personagens são os mostro e os vilões mesmo. Adorei a resenha, dica antada. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Pois é, achei que os personagens secundários são apresentados mais para ajudar na construção da história, sem ter um aprofundamento. Mas isso acaba fazendo sentido dentro da história. O foco é realmente o Conor e o monstro, e são dois personagens incríveis. Que bom que gostou da resenha! Espero que você goste do livro também.
      Beijos

      Excluir
  7. Oi Maria!
    Quando esse livro saiu eu jurava que ia ser uma coisa mais sombria e não um livro assim cheio de reflexões! Achei interessante o que o autor parece querer passar de mensagem e ainda mais interessante usar essas conversas com o monstro para isso. Fiquei curiosa pra saber a verdade do Connor.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathalia, acredita que eu também tinha essa impressão? Quando lançou fiquei até com um certo medo de ler (sou medrosa mesmo kkk). Mas achei o livro encantador e reflexivo. Não me arrependo de jeito nenhum de ter lido. E não senti medo kkk.
      Espero que você leia e goste também.
      Beijos!

      Excluir
  8. esse livro tem alguma relação com o livro do autor O Chamado do Monstro? porque eu já li esse e a história é beeem parecida kkkk eu adorei.. é tão diferente, tão surpreendente. mudou minha vida essa leitura. se não leu sugiro. vai gostar bastante!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa, depois que li seu comentário eu fui pesquisar e, na verdade, é o mesmo livro. "O chamado do monstro" é o nome original de "Sete minutos depois da meia-noite". Não sei o motivo de terem mudado o nome nesta edição, mas é o mesmo livro hahaha

      Excluir
  9. Oi, Maria!
    Lembro de ouvir falar desse livor pelo booktube ainda quando estava disponível apenas em Inglês, e sempre fiquei com um pé atrás só pelo título, pensei, na época, tratar-se de algo como terror ou suspense, mas bom saber, tanto tempo depois, que se trata de uma história tão mais rica e profunda, com um valor sentimental tão bonito em seu enredo, pelo o que vejo em resenhas como a sua. Nunca li nada do autor, mas sempre tem a primeira vez, não é mesmo? E espero fazê-lo, no caso de Ness, com esse livro. Valeu mesmo a dica de leitura, anotada!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sâmela, tudo bem? A primeira vez que houvi falar desse livro também pensei que era terror kkkkk. Felizmente, vi uma resenha falando sobre ele e descobri que não era. Mas não imaginava que seria um livro tão lindo e profundo.
      Mas que bom que gostou da dica! Depois que ler me conta o que achou.
      Beijos!

      Excluir
    2. Oi Sâmela, tudo bem? A primeira vez que houvi falar desse livro também pensei que era terror kkkkk. Felizmente, vi uma resenha falando sobre ele e descobri que não era. Mas não imaginava que seria um livro tão lindo e profundo.
      Mas que bom que gostou da dica! Depois que ler me conta o que achou.
      Beijos!

      Excluir
  10. Ouço falar bastante desse livro. A maioria das pessoas o elogia muito. Eu já beti o olho nele, mas não me interessei muito haha, mas é a primeira vez que leio a sinopse e parece que é um livro totalmente diferente do que me falaram.
    Diferente do menino, eu me apavoraria em ver uma coisa assim kkkk sou totalmente cagão!

    O livro é curtinho, então vou por na minha lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Matheus, tudo bem? A capa dele realmente não é muito chamativa. Mas o livro é bem diferente do que eu esperava viu? Acho que vale a pena dar uma chance sim.
      Depois me conta o que achou :)
      Beijos!

      Excluir
  11. Gente, que amor! Eu ainda não conhecia e fiquei completamente interessada através da sua resenha! Adorei a dica, embora eu tenha um pouco de medo e no lugar dele eu desmaiaria, mas tem um fundo fofo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beatriz! Fico muito feliz que tenha gostado da resenha e se interessado em ler o livro. Fica tranquila, que esse monstro não dá medo não kkkk. O livro é bem fofo mesmo <3
      Beijos!

      Excluir
  12. Esse livro parece maravilhoso! <3
    Estou querendo muito ler ele, principalmente agora que conferi sua resenha e percebi que o autor pelo visto escreve muito bem para conseguir trabalhar diversos temas em tão poucas páginas.
    QUEROOOO MUITOOOOOO LER! \O/ \O/ \O/

    Beijinhos e até logo! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, eu fiquei muito encantada com esse livro.É uma leitura que recomendo para todo mundo.
      Que bom que gostou da resenha e ficou interessada em ler. Espero que também goste do livro!
      Depois me conta o que achou :)
      Beijos!

      Excluir
  13. Adorei a resenha! Sempre ouço falar muito bem desse livro, preciso muito ler ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, realmente é um livro que vale a pena ler. Eu pelo menos gostei bastante <3

      Excluir
  14. Olá, tudo bem?
    Eu fico aliviada em ver que essa leitura vale a pena, pois esse livro esta na minha lista de novos livros e eu o adicionei somente pela capa,suahsua. Só de ler essa resenha, fiquei encantada e ansiosa por essa leitura!
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, tudo bem? Na minha opinião, você fez uma ótima compra! Achei esse livro encantador. Espero que você também goste. Depois vou querer saber o que você achou *-*
      Beijos!

      Excluir
  15. Parece que esse livro tem muita coisa para as poucas páginas que contém, hein. Eu adorei a sinopse e a resenha aguçou a curiosidade. E olha, quando o protagonista é bem construído, não se precisa de secundários bem explorados :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi, tudo bem? Eu realmente me surpreendi com a complexidade do livro. Não esperava encontrar tantas reflexões em um livro com temática infantil e que é tão fininho. Mas você tem razão sobre os personagens. Acho que quando os protagonistas são bem construídos, o livro já se torna interessante <3

      Excluir
  16. Oiee ^^
    Eu tenho muita curiosidade de ler esse livro, mesmo sabendo que os personagens secundários não foram tãão explorados quanto poderiam. Mesmo sendo uma história curtinha, parece ser bem complexa e sensível, e isso é o que me deixa ainda mais animada e ansiosa para ler. Espero gostar também :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dryh, tudo bem? Olha, vale muito a pena ler, sim. Os personagens secundários não são muito explorados mesmo, mas isso não prejudica a história. Para mim, os protagonistas são bastante complexos e os personagens secundários ajudaram a construir isso. Espero que você goste do livro também! Depois me conta o que achou :)
      Beijos!

      Excluir
  17. OOi!
    Desde que vi o trailer do filme eu fiquei louca para era esse livro!!!
    O livro parece ser ótimo, a cada resenha fico ainda mais curiosa. Assim como você, acho que o monstro também será meu personagem preferido. haha Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve. :)
    "Homens são monstros complicados." REALMENTE!
    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catrine, também amei o trailer do filme. Mas ainda não assisti.
      O livro já deu pra perceber que eu amei né? hahaha
      Espero que você leia e goste também.
      Beijos!

      Excluir
  18. Olá amore,
    Que lindo o cabeçalho de seu blog, parabéns!
    Sendo sincera a capa não me atraiu muito não, mas ao ler sua resenha mudei de ideia e já fiquei com vontade de ler o livro – dica anotada.
    Não conhecia a autora, mas pelo que mencionou de sua escrita fiquei curiosa pra ler.
    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi, muito obrigada!! Fico feliz que tenha gostado *-*
      A capa realmente não é das mais chamativas, mas o conteúdo faz esse livro valer a pena.
      Se você ler, depois me conta o que achou.
      Beijos!

      Excluir
  19. Oie...
    Adorei sua resenha!
    Achei a premissa bastante interessante e creio ser um livro que irá me agradar bastante, pelo que li em suas impressões, portanto, vou adicioná-lo nos desejados!
    Valeu pela dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, que bom que gostou da resenha e se interessou pelo livro.
      Espero que você leia e goste tanto quanto eu.
      Depois me conta o que achou.
      Beijos!

      Excluir
  20. Oie...
    Adorei sua resenha!
    Achei a premissa bastante interessante e creio ser um livro que irá me agradar bastante, pelo que li em suas impressões, portanto, vou adicioná-lo nos desejados!
    Valeu pela dica!
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. O livro me interessou muito. Principalmente quando você fala da parte que o autor teve a preocupação de fazer com que o seu personagem que tem apenas 13 anos, agisse tal qual um menino pode agir nessa idade. Isso traz realidade ao conto e é algo muito inteligente e importante de se fazer. Amei sua resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, muito obrigada! Fico feliz que tenha gostado da resenha.
      Achei que o autor realmente soube construir bem o personagem e torná-lo muito humano. Com certeza, contribuiu muito pra história.
      Beijos!

      Excluir
  22. Olá!
    Tenho muita vontade de conferir esse livro, ainda mais depois que saiu um filme dele. Achei muito interessante que, apesar de o protagonista ser bem novo, ele é tão complexo assim. Acho que seria uma ótima leitura e fiquei bem curiosa para conferir;
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carolina. O personagem é realmente bastante complexo, e o autor trabalha muito os sentimentos do menino. Achei uma leitura realmente interessante e espero que você goste também.
      Beijos!

      Excluir
  23. Olá, tudo bem? Confesso que vi um marketing pesado em cima dele da editora, até por causa do filme, mas apesar da sua resenha ser positiva, não me vejo interessa em ler. Como você falou a escrita leve e que sensibiliza, até me chamaria atenção, porém parece que os rumos que a história toma pelo que me contaram, não é do meu gosto. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, tudo bem? Que pena que não se interessou pelo livro. Mas, por experiência própria, vou te falar que é sempre melhor ler o livro para tirar suas próprias conclusões. Só lendo a obra para entender os motivos que levaram o autor a escolher um determinado desfecho.
      Mas fico feliz que tenha gostado da resenha *-*
      Beijos!

      Excluir
  24. A sua resenha aguçou minha curiosidade para ler o livro, principalmente pela interação do menino com o monstro, gostei da forma que você apresenta os personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marinalva, tudo bem? Que bom que gostou da resenha e se interessou pelo livro. Espero que você goste também!
      Beijos!

      Excluir
  25. É tão bom quando um livro nos surpreende de forma positiva né?
    Confesso pra vc que eu tinha uma ideia totalmente diferente sobre essa história e por conta disso até receio de lê-la. Mas a sua resenha me mostrou uma outra realidade e aguçou a minha vontade de ler haha

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?
      Eu também tinha um certo medo, achava que era um livro mais voltado para o terror hahaha.
      Mas que bom que te mostrei um outro lado do livro e que você se interessou em ler. Depois me conta o que achou da leitura, se você ler mesmo.
      Beijos!

      Excluir

Copyright © 2013 | Design e C�digo: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal